18 de agosto de 2008

A Alma Gémea ( José Saramago e Pilar del Rio )

Parece que todos procuramos a nossa alma gémea. Mas como apenas temos um certo número de compatiblidades com aquele ou aquela por quem nos apaixonamos, depois somos infelizes cobrando dessa pessoa pelo facto de afinal não ser a nossa alma gémea... Ora, muitos autores, psicólogos, psiquiatras têm vindo a defender que isso da alma gémea é pura fantasia crendice ignorância...
Mas na memória colectiva persistem casos de almas gémeas, reais ou ficcionais, mas o certo é que não conseguimos desfazer-nos da força poderosa desse encantamento: Pedro e Inês, Romeu e Julieta, Tristão e Isolda, Camilo e Ana, Branca de Neve e o Príncipe etc............
Ora também segundo o astrólogo José Prudêncio entrevistado na Notícias SÁBADO "não há uma alma gémea, há milhões..."
Assim parece que fica mais fácil!
Mas não se iludam também ele fala de compatibilidades e não duma cópia total!
Registei com o interesse o facto de afirmar que nos seus 20 anos de pesquisa sobre a matéria, o caso que encontrou de maior compatibilidade foi o de José Saramago com Pilar del Rio!
Caramba, José Saramago é o português mais sortudo de todos os tempos: prémio Nobel, dinheiro, alma gémea e mais nova, longevidade, não vive em Portugal e da sobre o mesmo as bocas que lhe apetece e ninguém lhe leva a mal....
Em plenitude também eu escrevi sobre a alma gémea, assim:
Amas no outro o melhor de ti
e negas no espelho a pior parte
procuras incessantemente a alma gémea
como se de metade da laranja se tratasse
os pássaros sabem que são todos diferentes
e também acasalam várias vezes
os dois quentinhos no seu ninho de pastos
não sonham não temem nem se arrependem

são felizes os pássaros... tão inteligentes!

4 comentários:

Lídia disse...

A alma geméa não é mais que um encontro de duas pessoas saudáveis, isto quando é uma relação que resulta. As paixões são estados alterados da consciencia, em que nada ( ou quase) é real ,mas construções de cada um. Concordo quando dizes que "amas no outro o melhor que há em ti". Muito se poderia dizer deste tema...desculpa o comentário à psicologa mas não resisti.
Beijos e boa semana.

O QUATORZE disse...

Boa Tarde
Parei e gostei e vou voltar.
Parabéns pelas suas escolhas, faz bem ler um pouco sobre esse tema.
Pois o que me falta é mesmo a alma gémea.
Comprimentos
Luís

Anónimo disse...

Pois quanto à alma gémea, se acredita que ela existe, o encontro acontecerá!
maria lascas

Rui Luis Lima disse...

Olá Maria Lascas!
Já visitámos o novo blogue e aqui fica mais uma vez os nossos parabéns:)
Olhamos o mundo/pessoas que nos rodeiam e a maioria das vezes não descobrimos a nossa alma gémea, ou então sabemos onde ela está, mas ela anda distráda e um dia (dez anos depois) ela lembra-se de nós, porque vê alguém a ler um livro que lhe oferecemos no passado, envia um postal de Natal e um sorriso nasce para sempre nos olhos da alma:)
Beijinhos
Paula e Rui Lima